Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Autoridades prestigiam palestra do chefe da Divisão de Concorrência da OCDE no Cade

Notícias

Autoridades prestigiam palestra do chefe da Divisão de Concorrência da OCDE no Cade

Palestra

Apresentação fez parte das atividades da 37ª edição do PinCade
por Assessoria de Comunicação Social publicado: 18/01/2017 18h52 última modificação: 18/01/2017 19h04

Nesta quarta-feira (18/01), o Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade recebeu diversas autoridades públicas que vieram prestigiar a palestra proferida pelo chefe da Divisão de Concorrência da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico – OCDE, António Ferreira Gomes. A apresentação do representante da OCDE fez parte das atividades da 37ª edição do programa de intercâmbio da autarquia, o PinCade.

O encontro contou com a participação do secretário executivo do Ministério da Justiça e Cidadania, José Levi Mello do Amaral Júnior; do subchefe de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil, Marcelo Guaranys; do Secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida; e do secretário do Programa de Parceria e Investimentos da Casa Civil, Marcelo Allain.

Dando início às atividades, o presidente interino do Cade, Gilvandro Araújo, destacou o sucesso do PinCade como instrumento de interação do órgão com a sociedade civil e como oportunidade de descobertas de talentos para atuação na defesa da concorrência. Araújo agradeceu a presença de todas as autoridades que se disponibilizaram a prestigiar os estudantes e a compartilhar suas experiências com eles.

António Gomes iniciou sua apresentação elogiando o caráter inovador do programa de intercâmbio do Cade e enfatizando seu interesse em disseminar o sucesso dessa iniciativa no cenário internacional. Em seguida, destacou como a reforma do sistema brasileiro de defesa da concorrência, em 2012, reforçou o papel do órgão no país e ampliou a presença da autarquia internacionalmente. Gomes também salientou a relevância da colaboração e troca de experiências entre a autoridade antitruste de Portugal – da qual foi presidente – e o Cade durante a preparação para o novo marco legal.

O diretor fez ainda um panorama da importância da aplicação efetiva da política de defesa da concorrência, defendendo que principalmente em momentos de crise é fundamental que existam instituições sólidas, capazes de aplicar de forma robusta a legislação. Além disso, Gomes apontou a necessidade das autoridades da concorrência atuarem de forma independente, transparente, com competência técnica, decisões fundamentadas, segurança jurídica e previsibilidade. Segundo ele, isso gera confiança nos agentes econômicos e traz benefícios à economia e aos consumidores.

 “Eu creio que o Cade é hoje, sem dúvida nenhuma, uma entidade de inquestionável relevo no panorama institucional brasileiro e conseguiu conquistar a confiança e respeito da comunidade internacional pela qualidade com que tem conduzido a sua missão”, avaliou.

Por fim, o diretor da OCDE disse que a instituição está à disposição para cooperar com o Cade na capacitação técnica de seus funcionários visando o fortalecimento da política de combate a cartéis da autarquia. A organização também poderá contribuir na avaliação das decisões aplicadas pelo órgão antitruste brasileiro.

O evento desta quarta-feira teve ainda palestras dos ex-presidentes do Cade Vinicius Carvalho e Gesner de Oliveira e contou também com a participação do subsecretário de Concorrência Internacional e Defesa da Economia Popular do Ministério da Fazenda, Alexandre Manoel Ângelo da Silva; do subprocurador-geral da República, José Elaeres Marques Teixeira; do presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, Ernesto Lozardo; do presidente do IBRAC, Eduardo Caminati; do diretor da concorrência do IBRAC, Márcio Bueno; do presidente da Comissão de Defesa da Concorrência da OAB-DF, Túlio Freitas do Egito Coelho.