Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cade aprova, com restrições, fusão entre Holcim e Lafarge

Notícias

Cade aprova, com restrições, fusão entre Holcim e Lafarge

ACC

Empresas deverão alienar plantas em Minas Gerais e no Rio de Janeiro
por Assessoria de Comunicação Social publicado: 10/12/2014 16h00 última modificação: 18/04/2016 17h24

O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica - Cade aprovou, nesta quarta-feira (10/12), a fusão entre as empresas  Holcim Ltd. e Lafarge S/A. A autorização pelo órgão antitruste foi condicionada à assinatura de um Acordo em Controle de Concentração - ACC.

O conselheiro relator do ato de concentração (AC 08700.007621/2014-42), Gilvandro Araújo, acompanhou entendimento da Superintendência-Geral do Cade de que a operação, que tem escopo mundial, resultaria em concentração nos mercados de cimento e concreto em algumas localidades do Brasil.

Para sanar as preocupações concorrenciais, as empresas, já no momento da notificação, propuseram ao órgão antitruste a assinatura de um ACC em que se comprometem a alienar pacote de ativos que inclui unidades produtivas de cimento e concreto nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Pelo acordo, as empresas deverão alienar plantas nas cidades mineiras de Arcos, Matozinhos e Santa Luzia e na cidade de Cantagalo (RJ). Também nos termos do ACC, o comprador dos ativos desinvestidos deverá ser aprovado pelo Cade e a operação só poderá ser concluída após a venda dos ativos.

"A proposta de acordo apresentada pelas empresas atende as preocupações que vem sendo apontadas pelo Conselho no setor de cimento, concreto, brita e agregados. A decisão não conflita com o que já foi decidido pelo Cade nesses mercados", afirmou Gilvandro Araújo.