Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cade impõe restrições na aquisição de estacionamentos pela Allpark

Notícias

Cade impõe restrições na aquisição de estacionamentos pela Allpark

Ato de Concentração

Objetivo é evitar duopólio
por Assessoria de Comunicação Social publicado: 06/11/2013 16h31 última modificação: 05/05/2016 14h33

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade aprovou com restrições, nesta quarta-feira (06), aquisições de empresas atuantes na prestação de serviços de estacionamentos pela Allpark Empreendimentos, Participações e Serviços S/A. A primeira operação trata-se da compra da Bagattini Participações Ltda. e da CGB Participações Ltda. (AC 08012.011323/2010-81). O segundo ato de concentração corresponde à aquisição da Zylpin Participações Ltda. (AC 08012.000109/2011-81).

Ao julgar os casos, o Conselho decidiu que a Allpark não poderá, por meio de aquisições, ter mais do que 33% de participação de mercado dentro do raio de 354 metros a partir dos estacionamentos adquiridos.

Em seu voto, o conselheiro relator, Ricardo Ruiz, considerou que o Brasil vem experimentando, em particular na última década, um forte crescimento da frota de automóveis, o que faz aumentar a demanda de vagas, sobretudo nos grandes centros metropolitanos.

“Como consequência direta desse aumento de demanda, o setor de estacionamentos tem apresentado um forte aumento de preços nos últimos anos. Tal comportamento é um resultado do fato que a oferta de vagas não consegue acompanhar o crescimento da demanda”, explicou o conselheiro. Ruiz apontou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE que demonstram que no período 2010 a 2013, os preços de estacionamentos subiram em mais de 50%.

“Ao final da análise e passando por todas as etapas necessárias, verifica-se a necessidade de se adotar uma intervenção de forma a evitar que as operações possam causar prejuízos ao consumidor”, concluiu o relator.

Para afastar problemas concorrenciais, o Cade estabeleceu no julgamento das operações o limite máximo de 33% de concentração de mercado para a Allpark no raio de 354 metros de cada estacionamento adquirido. Esse percentual permite a existência de pelo menos outros dois rivais efetivos, evitando uma situação de duopólio – que aumentaria a possibilidade de condutas coordenadas.

A Allpark atua sob as bandeiras Estapar e Hora Park no gerenciamento de estacionamentos próprios, de terceiros e de vagas públicas. A empresa atua com mais de 250 mil vagas de 900 estacionamentos em 14 estados. Desde 2009 o banco de investimentos BTG Pactual é sócio do empreendimento.

A Estapar possui estacionamentos em condomínios comerciais e empresariais, hotéis, flats, instituições de ensino, terminais metroviários e rodoviários, casas de shows, clubes, shopping centers, hospitais, aeroportos e agências bancárias. Para estacionamentos públicos, a Estapar fornece o serviço de Zona Azul Digital sob a bandeira Hora Park em quatro estados brasileiros.