Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cade se mantém entre as melhores agências antitruste do mundo

Notícias

Cade se mantém entre as melhores agências antitruste do mundo

Institucional

Autarquia conquista mais uma vez quatro estrelas em ranking internacional
por Assessoria de Comunicação Social publicado: 11/10/2018 17h12 última modificação: 11/10/2018 17h12

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recebeu, pelo sexto ano consecutivo, quatro estrelas no ranking realizado anualmente pela revista britânica Global Competition Review (GCR), especializada em política de concorrência e regulação. Com o resultado, a autarquia permanece entre as dez agências antitruste mais eficientes do mundo.

 De acordo com a publicação, o Cade continua a ser a principal autoridade da concorrência na América do Sul em termos de capacidade e sofisticação, ainda que outras agências do continente tenham feito avanços substanciais nos últimos anos. Na avaliação da GCR, a autarquia alcançou resultados notáveis ​​em enforcement, capacidade institucional e destaque na agenda governamental e internacional.

A revista britânica ressaltou o crescimento do programa de leniência do Cade “que continua a prosperar” e obteve um número recorde de acordos assinados, superando o total de 2016. Também foi destaque o número recorde de Termos de Cessação de Conduta (TCC) firmados e que contribuíram para interromper práticas anticompetitivas significativas.

O relatório também apontou como indicativo do bom desempenho do Cade o fortalecimento da colaboração entre a autarquia e outros órgãos nacionais, por meio da celebração de acordos de cooperação técnica. O estabelecimento de grupos de trabalho com importantes agências governamentais brasileiras também foi considerado como positivo e inovador pela revista.

 Além disso, na avaliação da GCR, essa colaboração também foi relevante para garantir o objetivo do Cade de exercer um papel mais relevante no cenário internacional. Com a cooperação do Ministério das Relações Exteriores, a autoridade da concorrência brasileira formalizou e apresentou sua solicitação para se tornar membro associado do comitê de concorrência da OCDE. A organização da 5ª Conferência Internacional dos BRICS sobre concorrência também contribuiu para essa boa atuação.

A revista mencionou ainda como pontos de destaque da atuação do Cade o tempo recorde de análise de atos de concentração sumários, o alto percentual de decisões judicias favoráveis obtidas pela autarquia e o esforço em continuar a oferecer transparência e segurança jurídica à sociedade brasileira e à comunidade antitruste, com a atualização dos guias de leniência e TCC, por exemplo.

Para o presidente do Cade, Alexandre Barreto, o ranking reflete o protagonismo cada vez maior da autarquia no cenário nacional e internacional. "Estamos extremamente satisfeitos em ver a atuação do Cade reconhecida internacionalmente. Reafirmamos nosso compromisso em manter as melhores práticas e continuar trabalhando em prol da livre concorrência”, afirmou.

Ranking

A revista britânica Global Competition Review (GCR) é a mais reconhecida publicação na área de concorrência e acompanha o trabalho de agências antitruste em todo o mundo.

O ranking mundial promovido pela GCR é baseado na atuação das autoridades de defesa da concorrência no ano anterior. A classificação se dá por meio de estrelas, que vão de um a cinco, e leva em consideração o desempenho geral das agências antitruste.

 Nesta edição, 38 agências de várias jurisdições foram avaliadas a partir de critérios qualitativos e quantitativos. A avaliação é referente ao desempenho em 2017 na tarefa de proteger a economia de práticas anticompetitivas.