Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Superintendência-Geral abre investigação para apurar suposto cartel no mercado de estacionamentos em SP

Notícias

Superintendência-Geral abre investigação para apurar suposto cartel no mercado de estacionamentos em SP

Cartel

Conduta teria ocorrido entre os anos 2010 e 2011
por Assessoria de Comunicação Social publicado: 11/09/2014 16h00 última modificação: 18/04/2016 17h20

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade abriu, nesta quinta-feira (11), processo administrativo (PA 08012.004422/2012-79) para investigar suposto cartel no mercado de operação e exploração comercial de estacionamentos na cidade de São Paulo.

Há indícios de que seis empresas e 17 pessoas físicas teriam trocado informações e se coordenado para fixar preços e dividir clientes no mercado de serviços de estacionamentos. Além disso, as empresas teriam tentado obter vantagens em contratações privadas apresentando propostas de cobertura para simular a competição entre elas. A proposta de cobertura ocorre quando há acerto de que uma das companhias ofertará valor superior para propositadamente não vencer uma concorrência. Tais condutas anticompetitivas teriam ocorrido entre os anos 2010 e 2011.

As provas foram obtidas após operação de busca e apreensão realizada em abril de 2012 na sede de uma das empresas envolvidas no conluio.

Com a instauração do processo administrativo, os acusados serão notificados para apresentarem suas defesas. Ao final da instrução processual, a Superintendência-Geral do Cade opinará pela condenação ou pelo arquivamento do processo e remeterá o caso para julgamento pelo Tribunal Administrativo do Cade, responsável pela decisão final.